Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » A política mudou pra pior, diz Nereu Moura ao ‘pendurar a chuteira’

A política mudou pra pior, diz Nereu Moura ao ‘pendurar a chuteira’

(Foto: Alep)

São 30 anos de história política que começou em Guarapuava, na década de 90. Assim como muitos, o ex-deputado Nereu Moura, começou no movimento estudantil. Inicialmente, como presidente do Grêmio Estudantil do Colégio Manoel Ribas. Depois, já em Curitiba, presidiu a União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (Upes). E logo após, assumiu a Juventude do MDB. Ainda em Guarapuava, trabalhou na Assessoria de Imprensa do ex-prefeito Candido Pacheco Bastos, o Candinho. E é dessa época que a nossa amizade resiste até os dias de hoje.

Entre um encontro e outro por municípios da Região, com larga escala de tempo, o reencontrei na convenção estadual do MDB, em Curitiba, no último processo eleitoral. Foi quando soube que ele deixaria a política. No lugar dele, me apresentou o filho Rafael, candidato a assumir a vaga do pai na Assembleia. Mas não deu, por enquanto.

Agora, Nereu Moura se despede da Assembleia para cuidar da saúde. Aliás, por drástica recomendação médica. “Acho que construí uma história de vida parlamentar bonita”. Deputado que esteve na bancada de oposição, mas também compôs a situação, Nereu sempre esteve ‘na cabeça’. Teve cargos na Mesa Executiva, presidiu a Comissão de Orçamento, foi membro das comissões de Constituição e Justiça e de Saúde.

“Não vim de família de políticos. Escrevi sozinho minha história de luta, garra, firmeza e combate na política. Deixei aqui nos anais desta Casa capítulos significativos de enfrentamento. Por exemplo, naquela memorável sessão para venda da Copel que começou às 14h e terminou as 10h da manhã do dia seguinte, eu fiz 10 pronunciamentos em defesa da Copel. Naquele tempo, a política era diferente. Hoje mudou pra pior. Isso é muito ruim, porque quem perde é a população. Então, eu fico muito tranquilo de olhar pra trás e ver que, minha história, entre erros e acertos, será contada com muito prazer aos que virão. Combati o bom combate”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo