Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » Acabou o que era doce…

Acabou o que era doce…

Cesar Filhol, Artagão Jr, Cristina Silvestri, secretário Renato Felder comemorando conquista em Guarapuava (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

Estamos vivendo um período pré-eleitoral onde nos deparamos com mudanças radicais em muitos discursos. Antes, quem elogiava, agora passou a criticar. E para quem possui um senso crítico percebe que muitas afirmações trazem, de forma intrínseca, algumas contradições.

Conversando com formadores de opiniões em Guarapuava, num bate-papo descontraído nesse sábado à tarde, um deles me chamou a atenção. E me perguntou se estava acompanhando declarações do ex-prefeito de Guarapuava Cesar Silvestri Filho (PSDB).

A percepção numa das inserções postadas em rede social, o agora adversário do governador Ratinho Junior (PSD), disse que conseguiu “transformar Guarapuava trazendo investimentos importantes que mudaram a vida das pessoas”. Pois é! Muitos desses investimentos têm recursos e/ou são programas do Governo do Estado. Portanto, entenda-se ‘Ratinho Junior’.

Há recursos de governadores anteriores? É claro que sim! Afinal, não se deve começar uma obra ou implantar um programa e depois quando troca o governador tudo se acabar. Mas o mais importante é que embora Cesar Filho critique o atual governo, em seguida reconhece que esse mesmo governador, foi excelente para Guarapuava. ‘Agora quero levar a experiência dos bons projetos que fizemos aqui para todo o estado do Paraná”!

Pois é! O que as pessoas acham esquisito – como disseram –  é a mudança de opinião. Ou seja, os discursos  que devem ser feitos conforme o público-alvo, também se transformam conforme os interesses do locutor. O que antes era bom, de repente, se transforma em algo ruim.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo