Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » É fato! No Brasil nem a polícia escapa da fúria que sopra pelos quatro cantos

É fato! No Brasil nem a polícia escapa da fúria que sopra pelos quatro cantos

Roberto Jefferson (Foto: Divulgação/PTB)

O Brasil assiste estarrecido cenas de ataque à democracia. E olha que não é hoje. Os fatos comprovam isso diariamente. Não há como negar e muito menos se omitir ao que vem sendo registrado no Brasil. O mundo repercute. Mas o que aconteceu na tarde desse domingo (23) chegou às raias da violência. As quatro tentativas de homicídios praticadas pelo ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) nesse domingo (23) ultrapassou todos os poderes.

Que o formador de opinião sabe que o ex-deputado sofre das faculdades mentais isso não é de hoje. Que o PTB, partido que lidera no País, está ‘recheado’  de corrupção também não é novidade. Afinal, quem assistiu o programa ‘Fantástico’  da Globo nesse domingo, viu muito bem os funcionários ‘fantasmas’ de uma entidade social que cuida de idosos. Assistiu também o ‘rombo’ de mais de R$ 20 milhões da ex-deputada federal Cristiane Jefferson, filha de quem? De Roberto Jefferson.

Mas o cúmulo da atitude violenta que atentou contra a vida de policiais federais nesse domingo deixou o país em estado de alerta. Primeiro, como que uma pessoa que encontra-se em prisão domiciliar possui um arsenal de armas em casa? Depois, veio a ação de receber a polícia a tiros quando soube que voltaria para a a cadeia.  Isso porque ele ofendeu a honra da ministra Carmen Lúcia do Supremo Tribunal Federal (STF), nas redes sociais. Mas, o que é ainda pior: a incoerência entre a fala do presidente Bolsonaro e a prática dele.

Tão logo soube que o amigo recebeu a polícia com  tiros de fuzil e granada, Bolsonaro tratou de entrar com uma live na qual taxou Roberto Jefferson de ‘bandido’ e negou o relacionamento amigável com o ex-deputado. Falou, inclusive, que não possuía sequer uma foto com o presidiário. No entanto, o presidente esqueceu que a ‘mentira tem perna curta’ e que contra fatos não há argumentos. Em seguida houve uma ‘chuva’ de fotos dos dois juntinhos.

Por fim, para encerrar esse assunto, se todos os bandidos recebessem o mesmo tratamento que o ex-deputado teve quando chegou na sede da Polícia Federal, os marginais estariam no paraíso. Imagens mostradas em vídeo no momento e durante a prisão de Roberto Jefferson mostram o tom amigável da recepção do presidiário. Enquanto isso, o presidente voltou às redes sociais e escrever que tinha determinado a ida do Ministro da Justiça ao Rio de Janeiro para acompanhar o andamento do que chamou de “lamentável episódio”. Então, tá bom!

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

 

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo