Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » E tem mais gente disposta a encarar uma candidatura federal

E tem mais gente disposta a encarar uma candidatura federal

(Foto: Portal RSN)

Surgem mais guarapuavanos dispostos a encarar o desafio de uma candidatura a deputado federal. Um deles é o psicólogo, desportista e chefe regional do Hemocentro, Fernando Guiné. Ligado ao grupo Mattos Leão, ele já é candidato tradicional nas eleições em Guarapuava, tendo sido candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo empresário Júlio Agner. Nas últimas eleições, saiu candidato a vereador pelo PSL.

Hoje também presidente da Liga de Futebol de Guarapuava, ‘Guinezinho’ como é conhecido, aposta na popularidade e na conduta profissional adquirida ao longo dos anos. Tanto dele quanto da esposa, a cerimonialista Maria Inês Guiné. Ela também atua na Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava e outras entidades afins.

‘Saia justa’ na Igreja Católica

Presidente Bolsonaro (Foto: Alan Santos/Presidência)

O anúncio da presença do presidente Jair Bolsonaro (PP) em Bandeirantes neste sábado (9), gerou uma ‘saia justa’ na cúpula da Igreja Católica. Após prestigiar a ExpoLondrina nesta sexta (8), quando deve chegar por volta das 16h, ele segue para um resort em Ribeirão Claro, onde vai pernoitar. Já no sábado, após motociata entre Andirá e Bandeirantes, o presidente vai à missa no Santuário São Miguel Arcanjo.

O governador Ratinho Junior e o empresário Ratinho participam. No entanto, em nota o Bispo Diocesano de Jacarezinho D. Antonio Braz de Benevente, se isenta do convite. Diz que a Igreja Católica não possui cor partidária, política ou ideológica. Conforme informações, o convite partiu dos padres Rosinei Tonietti, reitor do Santuário, Roberto Medeiros, fundador e primeiro reitor, e do empresário Leonir Palla, idealizador e benfeitor-mor do Santuário.

PSB confirma Alckmin como vice de Lula

Alckmin e Lula (Foto: Divulgação)

E falando no cenário nacional, em  São Paulo, o PSB oficializa nome de Alckmin como vice de Lula. A aliança entre os políticos é estratégica. Afinal, ter Alckmin como vice pode atrair setores do mercado e do empresariado. Setores que resistem ao nome de Lula como candidato à Presidência da República. O tucano pode, também, agregar mais votos de São Paulo. Esse é o maior colégio eleitoral do país.

Agora, de acordo com os  trâmites, o PT terá que aprovar o nome do ex-tucano. Será em reunião do diretório nacional, no dia 14 de abril. Já o lançamento da pré-candidatura de Lula ocorrerá em 30 de abril, no pavilhão de exposições do Anhembi, em São Paulo.

Nessa mesma solenidade,  será apresentada a frente que está sendo composta em torno de Lula. Por fim, integram a coligação com o PSB e com o Solidariedade, além de duas federações: uma formada pelo PT, PCdoB e PV e outra que reúne PSOL e Rede.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo