Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » Flavio Veras já está com um dos pés fora do ‘barco’ de Celso Góes

Flavio Veras já está com um dos pés fora do ‘barco’ de Celso Góes

Flavio Veras e Celso Góes(Foto: Secom)

O que já vinha sendo previsto desde a campanha a prefeito de Guarapuava, acabou  se tornando realidade. O grupo do ex-prefeito Fernando Ribas Carli (PSD) desembarca da administração municipal. Com direito a indicar o vice-prefeito (Samuel Ribas) e uma secretaria, que coube ao próprio Samuel, esse era o quinhão dado pelo prefeito Celso Góes (CD) ao parceiro. No entanto, entre idas e vindas, o fato agora se consuma. Com a saída de Samuel da ‘Obras’ para concorrer a deputado estadual, a aposta na galera era que o ‘divórcio’ ocorre ali. No entanto, houve uma trégua e o grupo ‘carlista’ indicou o engenheiro Flavio Veras para o cargo.

Todavia, às vésperas das eleições deste domingo (2), Veras já se despede. A informação de dentro da própria Secretaria de Obras e da Surg – ambas são correlatas – é que Veras pede exoneração na segunda (3).

O  termômetro dessa debandada esquentou durante a campanha eleitoral.  No rateio de apoios feito pelo prefeito Celso Góes (CD) e que envolveu cargos comissionados, a escolha foi para a deputada Cristina Silvestri (PSDB) – ungida publicamente por Celso. O prefeito é fiel a Cristina e ao filho dela, Cesar Silvestri Filho e não esconde isso de ninguém.

Nessa caminhada, respingos sobraram para o também deputado estadual Artagão Junior (PSD). No entanto, não teria sobrado nada para Samuel Ribas Abreu que, caso não se eleja neste domingo, será candidato natural à sucessão de Góes na Prefeitura. Eis aí a questão. As ‘abóboras começaram a se ajeitar na carroça’.

Tá tudo certo!

Equipes aguardavam a vez para receber o que ficou combinado (foto: Mesh)

Foram semanas de muito trabalho nas ruas do Centro, nos bairros, no distritos e em outros municípios da Região. Centenas de homens e mulheres, desde jovens até idosos que empunharam bandeiras, distribuíram ‘santinhos’, conversaram com as pessoas. Mas para ‘vestira a camisa’ é preciso acreditar. E todos acreditaram e continuam tendo e recuperando a esperança perdida.

No entanto, o que despertou a atenção é que ‘economia alternativa’  representou a comida na mesa de muitas famílias. E apesar das mentiras disseminadas em alguns grupos e redes sociais nesta sexta (30) a verdade prevaleceu. No comitê do candidato Josiel Lima (MDB) quem trabalhou recebeu a quantia prevista em contratos. Conforme a coordenação da campanha, opagamento contemplou também distritos e outros municípios.

E não há de ver que era mesmo

Padre Kelmon (Foto: Reprodução/Instagram)

Realmente, as emissoras de televisão devem repensar o formato dos debates políticos. O programa levado ao ar pelo Rede Globo na noite dessa quinta (29) foi uma repetição do fiasco daquele em nível de Paraná. O que era para ser apresentação de propostas, mais uma vez, mostrou um candidato desequilibrado, outro no contra-ataque e até um pseudo padre. Ele surgiu para levantar a bola para que Bolsonaro pudesse cortar (faço alusão aqui a uma jogada própria do vôlei). E Lula, assim como qualquer outro candidato, não poderia ficar calado, mediante acusações que foram desferidas.

Nesse ping-pong, a tribuna se transformou num palco para acusações mútuas. E o padre? E não há de se ver que razão mesmo teve a presidenciável Soraya Thronicke (União). Numa das intervenções ela chamou o também candidato à presidência Padre Kelmon (PTB) de “padre de festa junina”. E como os internautas são ligeiros, já resgataram em redes sociais,  publicações, de junho de 2021. O sacerdote estava em uma festa junina, usando vestimentas características do São João.

Bom entre tudo isso, houve um momento entre Simone Tebet (MDB) e Soraya que remeteu a um debate mesmo. E quem ganhou pontos foi Ciro Gomes (PDT) que aproveitou a embate dos adversários e apresentou propostas.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo