Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » Não seria bom regulamentar eventos na Câmara de Guarapuava?

Não seria bom regulamentar eventos na Câmara de Guarapuava?

Câmara Municipal de Guarapuava (Foto: divulgação/Câmara de Vereadores)

Tem coisas que precisam serem ditas, porque as críticas ocorrem apenas à ‘boca pequena’. Sei muito bem que pessoas consideradas importantes para a sociedade merecem ser homenageadas. Essa é uma forma de reconhecimento público. Mas acho que essa iniciativa deve ser tomada quando a pessoa ainda está viva.

Digo isso porque a Câmara Municipal de Vereadores está se tornando uma capela mortuária. Não por iniciativa dos familiares de quem morreu, mas por estar sendo oferecido por vereadores às famílias enlutadas. É claro que no momento de fragilidade emocional, da dor da perda, todos entendem como sendo uma homenagem, como disse no começo do texto.

Não me entendam mal. Não se trata de nenhum crítica ou desmerecimento a este ou aquele. Afinal, já tive pessoas da minha família que foram veladas lá. Meu irmão, João Augusto, por exemplo, foi um deles. Ele era assessor parlamentar quando faleceu. Sei que como ele, outras pessoas que faleceram e que foram levadas para lá, tiveram papel relevante para a sociedade. Seja como pessoas públicas ou profissionais de destaque.

Mas o que me incomoda é o fato de que por se tratar de um espaço público, qualquer cidadão pode reivindicar esse direito. E vocês já imaginaram se isso acontecer? Toda pessoa é importante no meio onde vive e para aqueles que convivem com ela. Isso é subjetivo. Portanto, acho que o bacana seria haver uma regulamentação sobre a disponibilidade do espaço da Câmara para eventos desse e de outros teores. O mesmo deve ocorrer com a concessão de títulos beneméritos e honorários, denominação de ruas. Fica a dica!

Leia outras notícias no Portal RSN.

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo