Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » Nereu Moura começou trajetória política em Guarapuava

Nereu Moura começou trajetória política em Guarapuava

Nereu Moura (Foto: Alep)

Após oito mandatos como deputado estadual, Nereu Moura (MDB) abre mão da reeleição. Ele preferiu cuidar da saúde por recomendações médicas. No reencontro que tivemos após alguns bons anos, lembramos alguns fatos. Nereu começou a trajetória política em Guarapuava em 1978, quando deixou São João, a cidade onde nasceu. Concluiu o ensino médio no Colégio Francisco Carneiro Martins, época em que entrou para o movimento estudantil como presidente do Centro de Atividades Estudantis de Guarapuava (CAEG). Também trabalhou na assessoria do então prefeito Cândido Pacheco Bastos.

Depois, se mudou para Curitiba trabalhando com vários deputados até se eleger na década de 90. De acordo com o parlamentar, agora quem se candidata é o filho Rafael. Em parte da nota encaminhada ao Portal RSN, sobre a desistência, ele diz que andou por todos os lugares, ruas, carreadores, vilas, comunidades, cidades. “E em todos os lugares semeei palavras de fé, conforto e esperança. Mas chegou a hora de dar um tempo. Voltar as atenções para questões que deixei um pouco de lado, especialmente em relação a minha saúde. Todos que me conhecem sabem muito bem que nunca fui apegado ao poder. Jamais tive qualquer vaidade! Portanto, estou muito tranquilo, sereno e convencido da decisão”.

Conforme a nota, ele agradece o apoio sempre espontâneo, já que nenhuma ocasião precisou comprar eleitores ou apoiadores. “Minha política foi baseada em ideias, amizade, respeito e consideração. Muito obrigado mesmo vou carregar todas as pessoas que confiaram em mim até o meu último dia de vida. Adianto, porém, que não vou abandonar a política! Continuarei lutando pelos mesmos valores, pela ética e decência. A diferença é que a partir de agora estarei junto com a população do outro lado: na mesma trincheira do cidadão, na mesma linha e no mesmo horizonte do front de batalha”.

Por fim, ele agradece a Deus. “Devo tudo a Deus: sem ele não teria chegado aonde cheguei. Tendo saído lá do interior do município de São João, o 13º filho de uma família de pequenos produtores rurais e ter sido eleito oito vezes como deputado estadual do Paraná. Sem qualquer ligação política ou recursos, escrevi sim uma história de vitória e superação. Por isso tudo, devo ainda muita gratidão a todas as pessoas que confiaram em mim: especialmente a minha esposa, aos meus filhos, a minha família, ao meus amigos leais e a Deus pai todo-poderoso”.

Deu Pessuti na convenção

Orlando Pessuti (Foto: Daiana Felchak/Mesh)

Ainda repercute a convenção estadual do MDB em Curitiba. O ato político deu o pontapé no calendário das convenções da semana. Convencionais, pré-candidatos e militantes lotaram o Salão de Eventos Cascatinha, em Santa Felicidade, na capital paranaense nessa segunda (25). Nas urnas, além das aprovações das chapas a deputado estadual, federal, apoio à reeleição do governador Ratinho Junior, os convencionais escolheram entre Pessuti e Lucidio Rosset.

Ambos disputaram internamente a vaga para o Senado Federal. No fim, deu 90% de votos para Orlando Pessuti. A expectativa agora gira em torno de quem será o ‘ungido’ pelo governador: ele ou Alvaro Dias (Podemos), partido que não já está podendo mais como era antes. E tem ainda Guto Silva (PP) e Paulo Martins (PL). Este último, o preferido pelo o presidente Jair Bolsonaro. Se essa é uma boa referência está a cargo da cúpula do PSD decidir. Ah! E ainda tem a deputada federal Aline Sleutjes do pequeno Pros que também está no páreo.

No entanto, correndo por fora está o ex-juiz Sergio Moro. Num possível ‘aperto de mão’ entre o SD e o União Brasil a ‘bola da vez’ pode muito bem ser o Moro. Entretanto, a julgar pelo otimismo dos emedebistas e pelas articulações de Renato Adur, a quem Ratinho Junior chama de “padrinho”, pode dar o Pessutão na cabeça.

MDB aposta em Josiel

(Foto: Daiana Felchak/Mesh)

E ainda sobre a convenção emedebista uma das ‘vedetes’ do encontro político foi o pré-candidato a deputado federal por Guarapuava e Região Centro-Sul do Paraná, Josiel Lima. Estreante na política partidária ele é uma das apostas do Partido, que pretende ocupar três cadeiras na Câmara Federal. Conforme os assédios de candidatos a deputado estadual de várias regiões do Estado, Josiel está sendo um dos principais alvos de lideranças de peso.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo