Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » Operação policial na casa de Bolsonaro tem eco na sessão da Alep

Operação policial na casa de Bolsonaro tem eco na sessão da Alep

Deputados Requião Filho e Arilson Chiorato (Foto: Dalie Felberg)

A sessão desta quarta (3) na Assembleia Legislativa do Paraná, foi de repercussão da operação da Polícia Federal, que cumpriu mandado de busca e apreensão na casa de Jair Bolsonaro (PL). Prato cheio para a oposição, o assunto rendeu nos pronunciamentos dos deputados Arilson Chiorato, presidente do PT Paraná, e Requião Filho, líder da oposição. Vale lembrar que a ação resultou na prisão do tenente-coronel Mauro Cid Barbosa, ex-ajudante de ordens do ex-presidente. Ele é acusado de inserir dados falsos nos cartões de vacinação contra a covid-19.

Conforme disse Arilson, a “Polícia Federal deflagrou hoje uma operação e na casa do capitão, do mito, o moralista, o limpinho, o honesto, o Messias. Todo mundo sabe o que aconteceu na pandemia, festival de cloroquina, festival de informação mentirosa, burlando regras sanitárias, matando pessoas. Quero sim, que a justiça seja feita, e que as pessoas que foram prejudicadas por conta de atitudes contra a ciência, que fizeram com que muitas pessoas morressem, respondam por esses atos. E olha, nós não falamos das joias ainda. Bolsonaro, pode esperar, a sua hora vai chegar”. 

Ao todo, foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão e seis de prisão preventiva no Rio de Janeiro e Brasília, inclusive com a apreensão do celular de Bolsonaro. Para Requião Filho, a prisão de Bolsonaro está próxima. “Muito em breve Bolsonaro vai puxar uma cadeia, não tenho dúvida disso. Seja por ter favorecido vendas de empresas públicas, por ter recebido propina, por ter mentido e propagado o ódio”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo