Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » PPP da iluminação pública prevê 120 câmeras de segurança

PPP da iluminação pública prevê 120 câmeras de segurança

Cesar Filho assina PPP em 2019 (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

A maior dificuldade para os avanços das investigações policiais está sendo a falta de câmeras de segurança em Guarapuava. De acordo com a Polícia Civil, esse é um dos motivos pelo qual o trabalho ainda não saiu do zero.

Conforme o desabafo feito por um policial a este blog, é inadmissível que uma cidade do porte de Guarapuava não tenha monitoramento em pontos estratégicos. “Estamos perdendo para o município de Pinhão. Lá tem câmeras nas entradas e saídas da cidade. Assim é possível saber quem entra e quem sai.  Comentaram comigo que são câmeras BBB. Mas e daí? E aqui que nem essas temos, por enquanto?” Há quem diga que teremos “verdadeiras muralhas”, mas quando será?

Bem! Vale lembrar que em 2019, o então prefeito Cesar Silvestri Filho assinou uma Parceria Público-Privada (PPP). Essa parceria envolve a Prefeitura e a empresa Ilumina Guarapuava. Estava prevista a manutenção das lâmpadas comuns e substituição de forma gradativa, de mais de 23 mil luminárias comuns por lâmpadas de LED.

De acordo com o então prefeito, com a modernização, Guarapuava terá um sistema de cidade inteligente. Ou seja, com luminárias supervisionadas por um Centro de Controle Operacional. E, principalmente, com a instalação de mais de 120 câmeras de monitoramento em pontos estratégicos da cidade. Entretanto, essa implantação ainda depende de muitos fatores. Entre os quais a instalação da própria central de monitoramento que seria implantada no antigo Parque de Máquinas da Prefeitura.

O BRDE financia R$ 16,5 milhões, de uma total de investimentos de R$ 20,2 milhões para a primeira etapa do projeto.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo