Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » ‘Queda de braço’ marca bastidores pela Executiva do MDB em Guarapuava

‘Queda de braço’ marca bastidores pela Executiva do MDB em Guarapuava

Artagão de Mattos Leão (Foto: Arquivo/RSN)

O Diretório Municipal do MDB em Guarapuava está ‘fervendo’. Em ano de eleição da Mesa Executiva a movimentação entre os grupos que compõem a sigla na cidade se articulam. O que se sabe é que o retorno do conselheiro aposentado do Tribunal de Contas, Artagão de Mattos Leão mexeu com os ânimos da galera mais nova. Conforme fontes ligadas a este blog, o patriarca do clã Mattos Leão, estaria liderando novas filiações. Essa atitude gera a especulação de que haverá a composição de uma chapa para concorrer à nova Executiva.

Josiel e Professora Bia Neves (Foto: RSN)

De outro lado, porém, a vereadora Professora Bia Neves, atual presidente do MDB, se uniu ao empresário rural Josiel Lima. Ambos têm ido a Curitiba em reuniões com o presidente reeleito deputado Anibelli Neto. Josiel também tem conversando com o deputado federal Sergio Souza, de quem se considera ‘afilhado político’. A intenção é única: ele e a vereadora ficarem com a Executiva. Para isso, novos filiados também chegam ao Partido no momento certo.

No entanto, uma nova vertente envolve o atual vice-presidente José Lima. Ele é defensor da filiação do secretário municipal de Agricultura Itacir Vezzaro, segundo informações repassadas ao blog. Essa possível chegada também pode atrair outra gama de filiados e uma possível terceira candidatura à presidência. Essas três correntes emedebistas mostram as tendências dentro do Partido. Mattos Leão é oriundo do ‘MDB velho de guerra’, que dividiu o ‘poder absoluto’ que o veterano Nivaldo Kruger exercia sobre a legenda em Guarapuava.

Já, José Lima vem na ‘esteira’ do advogado João Nieckars quando este esteve no MDB, seguindo a Família Requião. Nieckars abandonou o partido e foi para o PT, mas deixou Lima. Já a Professora Bia seguiu o mesmo rastro de Nieckars, pela admiração ‘requianista’. Entretanto, nas últimas eleições pendeu para o deputado federal Aliel Machado, sendo a cabo número 1 dele no município. Assim sendo, ela se contrapôs à candidatura de Josiel Lima que aportou no MDB pelas mãos de Sergio Souza, ‘ungido’ também pelo vice estadual Renato Adur e por Anibelli.

Aparada as arestas com a Professora Bia, o que também ocorreu em nível estadual, agora os dois seguem juntos. O objetivo é o fortalecimento do Partido para que haja representatividade nas eleições municipais de 2024. É aguardar pra ver para que lado vai pender a força nessa ‘queda de braço’.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo