Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » Ratinho Junior já pensa em ser presidente do Brasil

Ratinho Junior já pensa em ser presidente do Brasil

Enquanto os municípios também paranaenses estão voltados às eleições municipais de 2024, o governador Ratinho Junior, avança dois anos. Ele já pensa em 2026. Em entrevista concedida à revista Veja, o governador do Paraná assume a vontade de transferir residência à Brasília. Embora diga que há outros três anos pela frente e que o foco dele está no Paraná, ele não nega que quer fazer parte de um projeto político para o Brasil. “Um projeto político que possa realmente transformar o país, que possa implantar uma agenda positiva, que saia desse negócio de esquerda e direita, de extremismo. Isso é muito prejudicial e não enche a barriga de ninguém”.

Embora diga que essa possível candidatura tenha ainda que ser construída, fica evidente que ele ‘pavimenta’ o caminho rumo à capital federal. Para isso, traz na bandeja a transformação do Estado no quarto PIB do País. Ele também aposta em privatizações e concessões para atrair novos investimentos e transformar o Paraná no maior centro logístico do país. Questionado em relação ao Governo Lula, o governador prefere dizer que ainda é cedo para uma avaliação. “São apenas seis meses. Não dá para a gente ficar fazendo julgamento, nem cobrando em um período tão curto. Penso que o governo federal tem um grande desafio, que é o relacionamento com o Congresso”.

Em relação ao Governo Bolsonaro, Ratinho Junior disse que na “conjuntura política que vivíamos, do quadro naquele momento, apoiaria novamente, sem dúvida e sem problema nenhum. Acho que Bolsonaro foi um bom presidente para o Paraná”. Entre outras avaliações, no entanto, ele diz que se tiver condições de ser candidato e for o escolhido, pode ser uma opção para “sair desse negócio de esquerda e direita. Se ela vai ser vitoriosa, só saberemos em 2026”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo