Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » ‘Véio da Havan’ é condenado a indenizar fotógrafo

‘Véio da Havan’ é condenado a indenizar fotógrafo

O empresário Luciano Hang, ou o ‘Véio da Havan’, vai mexer no bolso. Muito mais do que a importância pecuniária de R$ 5 mil que, para o empresário pode não significar nada, a condenação mostra que é preciso respeitar a liberdade de imprensa. Hang está condenado pelo Tribunal de Justiça a indenizar o fotógrafo Eduardo Matysiak, de Guarapuava, mas que trabalha em Curitiba.

Isso porque, Matysiak fotografou um ônibus do empresário, estava estacionado em local proibido, em Curitiba. O veículo recebeu multa da Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito do município no dia 6 de abril de 2022. O ônibus do empresário leva pessoas para atividades políticas. As imagens foram usadas pela mídia.

Ocorre que a repercussão estressou o ‘Véio da Havan’. Ele passou a atacar o fotógrafo em redes sociais e acabou provocando a ira também dos seguidores dele. Conforme informou o fotógrafo na época, após essa postagem, Matysiak passou a ser alvo de injúrias e ameaças de seguidores do empresário. No entanto, de acordo com o advogado que defendeu o fotógrafo disse que Hang extrapolou o direito de liberdade de expressão.

A decisão judicial determina também que Hang exclua as publicações em 15 dias, sob pena de multa diária de R$ 1 mil. Matysiak é hoje um fotojornalista premiado, com reconhecimento da chamada ‘grande mídia’ nacional. A trajetória profissional de Matysiak começou no Portal RSN.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo