Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » Vereador agride verbalmente a Procuradora da Mulher em Foz do Jordão

Vereador agride verbalmente a Procuradora da Mulher em Foz do Jordão

Vereador Antônio dos Santos (Foto: Reprodução/Youtube)

*Com vídeos encaminhados por leitores deste blog

O vereador Antônio dos Santos (PP)  ‘patrocinou’ um momento discriminatório na Câmara de Foz do Jordão. Na sessão do último dia 5 de junho, ele atacou verbalmente a Procuradora da Mulher, Noreci Claro. Além de confessar que estava arrependido de ter votado favorável à criação da Procuradoria porque segundo ele, “não faz nada”, o vereador fez sinais com o dedo, mandado a vereadora ficar quieta.

Em nota, a Procuradoria repudia a atitude grosseira e violenta do vereador. “As ofensas proferidas foram repugnantes. Em nenhuma esfera de poder deve-se aceitar que comportamentos agressivos às mulheres sejam considerados naturais. Estes devem ser, sim, punidos de maneira rigorosa, de acordo com a lei, principalmente daqueles que exercem funções públicas que deveriam zelar pelo humanismo e pelo respeito às mulheres, em atos e palavras”.

E segue:  “assim, não vamos aceitar sob qualquer hipótese que, em nome da liberdade de expressão, um representante do povo dispare qualquer ofensa publicamente, faltando com o decoro que o cargo requer. A fala do Vereador revela e incentiva a cultura violenta que agride e ofende a todas as mulheres”.

A nota lembra ainda que a Rede de Procuradorias da Mulher atua em mais de 115 Câmaras Municipais do Paraná e como tem feito em inúmeras oportunidades, não deixará de se manifestar e repudiar quaisquer manifestações que promovam o desrespeito e a violência contra as mulheres.

“Manifestamos, por fim, nossa solidariedade a parlamentar Noreci Claro e esperamos que o vereador Antonio dos Santos faça publicamente pedido de desculpas e que sofra as sanções políticas cabíveis, por tão agressiva fala”.

*Confira os vídeos:

Leia outras notícias no Portal RSN.

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo