Cristina Esteche

Compromisso com o leitor

Início » Vereadores querem 13°, mas poucos admitem publicamente

Vereadores querem 13°, mas poucos admitem publicamente

Um projeto de lei apresentado pelo vereador Gilson da Ambulância e avalizado por outros seis, traz à tona uma reivindicação antiga. Vereadores querem a inclusão do 13° salário. Tramitando na Câmara desde o fim de outubro deste ano, numa nova tentativa, o tema no entanto, ‘dá o tapa e esconde a mão’. Isso porque abordar esse assunto com qualquer um dos vereadores é uma pauta proibida.

Afinal, todos querem, mas por saberem que se trata de uma pauta impopular, é difícil alguém assumir a defesa do projeto. Conversando com um dos vereadores que assinou o projeto de emenda à Lei Orgânica do Município (LOM), ele disse que falaria ‘in off’. Ou seja, não assume publicamente o que vai dizer sobre o tema. Mas o fato, segundo o anônimo, é que no fim de cada ano muitas são as ‘as mordidas de igrejas, Cmeis, associações e outras entidades. Se a gente não dá, perde voto. Então, o 13º salário vem pra ser entregue para o próprio povo”.

Ainda, conforme disse esse vereador à esta jornalista, o fato de constar os nomes no projeto não significa que eles [vereadores signatários] sejam favoráveis à proposta prevista. “Hoje a assinatura é eletrônica. Então um assessor pode muito bem ir lá e assinar em nome do vereador”. E continua. “Somos favoráveis que o tema entre em discussão, precisa ser debatido, assim como todos os projetos que entram no legislativo”.

E apesar de todas essas tentativas de justificar a polêmica, ele assegura que se entrar em votação, os 21 vereadores terão os bolsos cheios no fim do ano. Isso porque, no mínimo, 14 vereadores defendem o 13º em benefício próprio. Eu bem que tentei falar com os seis envolvidos no projeto, mas sem êxito. Apenas um atendeu a ligação. Mas é bom lembrar que uma vez aprovado, mesmo os contrários vão ser beneficiados. A não ser que doem o valor para alguma das instituições que precisam. Hum! Estão abertas as apostas.

EM TEMPO

Assinam o projeto: Gilson da Ambulância (Solidariedade), Cezinha Maluza (Podemos), Wilson Anciuti (União Brasil), Vardinho (Cidadania), Marcelinho (União Brasil), Joel Barbosa (Solidariedade), Paulo Lima (Podemos).

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

 

Cristina Esteche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo